R. Joaquim Floriano, 466 - Cj. 1014 (esquina com a R. Bandeira Paulista)

Itaim Bibi, São Paulo, SP

Tel/fax: 2165.2384 - 96307.5857

e-mail: dr.andredonato@gmail.com

Consultório

Ortopedia e Traumatologia, Cirurgia do Pé e Tornozelo, Medicina Esportiva. Tratamento e prevenção das lesões ortopédicas do joelho, tornozelo e pé.

Pé Chato (Pé Plano)

Preocupação de muitos ortopedistas no passado e de muitos pacientes ainda hoje, o pé plano já não é mais considerado uma doença ortopédica. É muito comum no consultório do ortopedista especialista em pé e tornozelo, queixas relativas ao pé chato (o nome correto é pé plano), principalmente vinda de pais preocupados com os filhos pequenos que ainda não apresentam a chamada “curva dos pés” ou arco plantar.

A preocupação vem de uma cultura, criada pelos próprios ortopedistas durante muitos anos, de que os pés planos necessitem de tratamento precoce por meio do uso de palmilhas e botas ortopédicas ou calçados especiais. Muitos destes pais, zelosos por seus filhos pequenos, utilizaram durante a infância, as desconfortáveis e pouco estéticas “botas ortopédicas”. A maioria, por experiência própria, descobriu que após anos de uso de tais botas, os pés continuaram “chatos”. O que sabemos hoje em dia, após realização de estudos clínicos controlados, é que o pé plano é uma variante dos tipos de pés normais, estão determinados geneticamente e não são modificados por palmilhas ou botas. Sendo assim, não exigem tratamento durante a infância ou idade adulta, desde que não manifestem sintomas. Logo, o papel do ortopedista é desmistificar o tratamento e poupar os pacientes do uso desnecessário de botas ou palmilhas, o que evitará gastos desnecessários com artifícios que nenhum benefício trarão aos pés durante ou após completo o seu desenvolvimento. Entretanto, existem situações onde o pé plano passa a ser doloroso, rígido ou deformidade evolui, causando dificuldade para caminhar e realizar atividades físicas. Nessas situações, um ortopedista especialista em pé deve ser consultado e o tratamento adequado será introduzido.

Para maiores informações, consulte um ortopedista especializado em Cirurgia do Pé e Tornozelo.